Páginas

Postagens populares

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Viagem para a Paraíba em uma Moto 150 cc com garupa




Olá amigos!
Venho contar a minha aventura com meu irmão Renato indo para a Itaporanga PB, Na minha moto " Angela" CG 150 cc 2004. Moto revisada, equipamentos para um eventual pneu furado, ferramentas e amor pelas estradas. Dia da viagem 18-12-2015. saimos de São Paulo às 13 horas em ponto. Pegamos a BR 381, a Fernão Dias até Belo Horizonte. Chegamos em BH 21h20m rodando 577KM.
Como nós levamos a barraca, acampamos em um posto de gasolina em um local apropriado. Poderia ter  rodado um pouco mais, mas chovia muito e não dava pra enxergar quase nada. 
Levantamos acampamento às 3h30m e quando deu 4h00 partimos. Rodamos 615 km até Janaúba -MG. Já era 18h20m, resolvemos procurar um lugar para comer alguma coisa e acampar. Chegamos a um posto de gasolina e perguntei ao frentista se poderia acampar por alí, ele disse quem sim. O lugar era seguro pois tinha uma base da polícia próximo de onde armamos a barraca. Quando estávamos Armando a barraca, do nosso lado pára uma perua Kombi e uma sujeito de baixa estatura desce e pergunta se vamos dormir alí, respondo que sim e, ele me diz que já estava dormindo alí dentro da Perua a 9  meses. Conversamos um quarto de hora e fui dormir. O cara era cearense, seu nome não sei, apenas o chamava de Ceará e ele de Paraíba. Às 4h00 em ponto partimos. Rodamos pela br 122, depois pegamos a br 030 e a 026, já na Bahia. Chegamos em Feira de Santana-BA às 19h00. Procuramos um posto e acampamos próximo a uma Carretas que estavam paradas. Nesse dia rodamos 747 km. Às 3h30 já estávamos tomando café na lanchonete do posto. Partimos com o intuito de chegar no nosso destino até às 15h00. Quase acertei, quando deu 15h45m estávamos chegando na entrada de Itaporanga- Paraíba. Paramos e tomamos aquela gelada em um bar. Nesse terceiro dia rodamos 678 km e já estava conectado com a estrada e a moto, pois não sentia o mesmo cansaço dos dois primeiros dias. A moto se comportou muito bem, não furou o pneu, apenas apertava e lubrificava   
A corrente a cada 500 km. A viagem em uma moto te proporciona uma agradável sensação de liberdade. Passamos por belas paisagens e por lugares inóspito também, onde a pobreza se mostrava como uma face despida.
PS fica a dica se for viajar numa moto 150 com garupa, leve apenas o necessário, pois muita bagagem atrapalha bastante. E se for acampar, procure postos de gasolina que não fecha a noite e pergunte aos carreteiros se pode armar a barraca junto do caminhão. 
Abraços a todos, valeu!


















Nenhum comentário:

Postar um comentário